Os servidores municipais que agendaram o atendimento para a segunda fase do Censo Previdenciário já estão se dirigindo aos postos conforme indicado na primeira etapa. Na Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (Sema), a movimentação começou cedo.

Segundo Camila Matom, supervisora do posto da Sema, os atendimentos estão sendo feitos conforme o dia e horário agendado pelo servidor. “Então, não adianta o servidor se deslocar até um dos postos de atendimento se ele não fez o agendamento prévio, seja por telefone, ou pelo site”, explica.

Nesta etapa, que começou hoje (9) e segue até o dia 15 de junho, o servidor deve apresentar toda a documentação original exigida para o recadastramento. “Primeiro, fazemos a triagem dos documentos, se estiver tudo certo, passamos para o preenchimento dos dados no sistema, que se caracteriza como o recadastramento em si. Depois, fazemos a captura da foto e das digitais, e, por fim, digitalizamos os documentos”, descreve Camila Matom.

Por sua vez, o secretário de Administração e Recursos Humanos, Francisco Canindé, reforça a importância dos servidores efetivos, aposentados e pensionistas fazerem o recadastramento. “O Censo permitirá à Prefeitura de Teresina conhecer de perto o seu quadro de servidores, avaliar quantos estão perto de se aposentar, em quanto tempo, e assim traçar políticas de recursos humanos. Além disso, será possível avaliar os impactos e manter a saúde financeira do Instituto de Previdência Municipal”, destaca.

Os servidores que não conseguirem estar no dia e horário marcado para apresentarem à documentação devem reagendar o atendimento, que é pessoal e obrigatório, através do site http://ipmt.teresina.pi.gov.br ou por telefone (86) 3194-8484, que está disponível das 8h30 às 16h30. Vale destacar que os servidores que não fizerem o recadastramento terão seus proventos, aposentadoria ou pensão suspensos.