Serviços de saúde, como aferição da pressão arterial, cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC) e distribuição de folders informativos, foram disponibilizados gratuitamente para os servidores da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (Sema) na manhã desta sexta-feira (13).

A ação, promovida pelo Núcleo de Desenvolvimento e Recursos Humanos da Sema (Nuderh), marcou as celebrações do Dia Mundial da Saúde, comemorado em 7 de abril. “Nós sempre desenvolvemos ações que promovem e incentivam a qualidade de vida do servidor e esta atividade de hoje, realizada em parceria com a Fundação Municipal de Saúde e com o Hemopi, ajuda a propagar informações que podem fazer a diferença na vida do servidor”, disse Nildene Lages, assistente social do Nuderh.

A nutricionista da FMS, Rosângela Lopes Viana, explicou que os servidores puderam fazer o diagnóstico do seu estado nutricional gratuitamente. “Nesta avaliação, conseguimos identificar se a pessoa está com sobrepeso ou obesidade, que são dois importantes fatores de risco para o desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis, a exemplo da diabetes e da hipertensão. As pessoas avaliadas nestas condições, foram encaminhadas para a rede de saúde a fim de fazer o acompanhamento mais detalhado”, disse.

Já a dentista da FMS, Lúcia de Fátima Amorim, destacou a importância da escovação dos dentes de três a quatro vezes por dia, além do uso de fio dental. “As pessoas devem ficar atentas ao movimento na hora de escovar os dentes, pois um movimento errado pode ir danificando o esmalte e causar sensibilidade. Além disso, é preciso ficar alerta quanto ao uso de enxaguante bucal com álcool, pois ele altera as papilas e o sabor dos alimentos. Então, se você escova seus dentes direitinho, não precisa usar enxaguante. Basta fazer aplicação de flúor a cada seis meses com seu dentista”, indica.

Uma equipe do Hemopi também esteve presente na Sema, mobilizando os servidores para a doação de sangue. “Pretendemos fazer uma campanha interna para levar os servidores para doar sangue e já começamos esta mobilização. Muitas pessoas precisam de sangue para sobreviver e vamos promover este ato de solidariedade”, explica Nildene Lages.