Page title

04
abr
Medidas de redução de gastos tomadas por Recife podem ser adaptadas a Teresina
Medidas de redução de gastos tomadas por Recife podem ser adaptadas a Teresina
  • Sema
  • 24 Views
  • 0 Comentário
  • despesas . gastos . prefeito . prefeitura . recife . viagem . visita .

As medidas de redução de gastos e incremento da receita, tomadas pela Prefeitura de Recife, podem embasar novas ações da Prefeitura de Teresina. Isto porque os gestores das duas administrações estiveram reunidos ontem (3) para trocar experiências e buscar soluções eficientes diante do atual cenário econômico, que desafia as gestões municipais e estaduais de todo o país.

“A experiência de Recife tem sido muito rica, não apenas no aumento das receitas, mas também no controle das despesas. Vimos várias ideias interessantes, aprendendo com esta experiência. Ao mesmo tempo, apresentamos os nossos esforços na Prefeitura de Teresina para que possamos sobreviver a essa crise. Essa é a mais grave crise econômica na história do Brasil e as prefeituras, em momentos como esse, são as que mais sofrem”, ressaltou o prefeito de Teresina Firmino Filho.

Entre as ações apresentadas à comitiva da capital piauiense pela Prefeitura de Recife estavam: a reforma administrativa, que resultou na redução no número de 15 para nove secretarias; a renegociação de contratos em todas as secretarias; o aplicativo Siga – que vai permitir o controle e gerenciamento da frota de veículos oficiais; e as medidas de inteligência fiscal, como a transformação de Empresas Públicas em Autarquias Municipais.

Para o secretário municipal de Administração e Recursos Humanos, Manoel de Moura Neto, que também participou do encontro, o aplicativo de controle e gerenciamento da frota de veículos – o Siga, que está em fase de testes pela Prefeitura de Recife, é uma das experiências que será estudada para ser adaptada para Teresina. “Lá, os carros não são divididos por secretaria, mas ficam à disposição de todos os órgãos e, através de um aplicativo para smartphones, quando uma secretaria necessita, solicita o carro. Assim, é possível controlar as rotas, os percursos, avaliar os motoristas e ainda se evita que um veículo fique ocioso em uma secretaria enquanto em outro órgão há maior demanda”, explicou.

Já o secretário de Planejamento e Coordenação, Washington Bonfim, apresentou o Projeto Gestão Cidadã, que vem sendo adotado pela Prefeitura de Teresina desde o ano passado. Para 2017, a meta é reduzir em 15% as despesas da administração, o que representa R$ 40 milhões. O principal objetivo é adequar os gastos à arrecadação do município.

“Nosso objetivo é reduzir as despesas para adequar à nossa arrecadação sem que haja prejuízo para a população. Esse é o objetivo principal: fazer mais com menos. Cada centavo conta na Prefeitura de Teresina. Sempre contou, mas ainda mais agora”, disse, elencando algumas medidas que vem sendo adotadas pela administração municipal, como a revisão de vários tipos de contratos e despesas do dia a dia, como de aluguel, de contratações de empresas terceirizadas e o fornecimento de energia.