Page title

26
out
Menina de 14 anos assume Secretaria de Administração por um dia
Menina de 14 anos assume Secretaria de Administração por um dia
  • Sema
  • 7 Views
  • 0 Comentário
  • Administração . menina . ocupação .

A gestão dos mais de 20 mil servidores municipais ficou a cargo hoje (26) de Maralyze Alves, de 14 anos. A adolescente assumiu o posto de secretária municipal de Administração e Recursos Humanos através do projeto #MeninasOcupam, uma realização da Organização Não-Governamental Plan International em uma parceria com a Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres (SMPM).

Recebida por Manoel de Moura Neto, Maralyze conheceu os desafios de estar à frente de uma das pastas mais importantes da Prefeitura de Teresina e, em todos os setores que passou, conheceu as características do trabalho e ouviu a demanda dos servidores. “Acho que a vida dele não é fácil”, brincou Maralyze ao falar sobre o trabalho do secretário de Administração.

Folha de pagamento, requerimentos dos servidores e licitações foram alguns dos assuntos mais discutidos nesta manhã de troca de aprendizado. “Esta ação é muito interessante, pois dá oportunidade para que essas meninas conheçam de perto como é administrar o município, pois são elas que no futuro estarão ocupando estes cargos”, disse Moura Neto.

Já Maralyze destacou que tinha muito a contribuir com a Secretaria, principalmente no controle de gastos. “Na minha escola, participo do projeto Geração e lá a gente aprende a economizar para conseguir comprar o que a gente quer, negociamos por preços mais baratos e é o que todo mundo fala aqui, em controlar os gastos”, destacou.

De acordo com a educadora social da Plan International, Thayná Lima, que acompanhou Maralyze na ocupação, esta ação busca dar visibilidade às meninas da zona rural Leste de Teresina. “Nós desenvolvemos diversos projetos sobre empoderamento econômico e social com essas meninas para que elas levem esses ensinamentos para suas famílias, amigos e escolas, aprendam seus direitos e lutem pela igualdade de gênero”, completa.