Nos primeiros três meses de 2019, a Prefeitura de Teresina conseguiu economizar R$ 15.745.556,67 com a realização de licitações para execução de obras e aquisição de bens e serviços. Esta economia representa a diferença entre o valor estimado e o valor efetivamente contratado pela Administração Pública através dos certames.

Para o secretário municipal de Administração e Recursos Humanos (Sema), Nonato Moura, as licitações são um importante instrumento de economia e de controle dos gastos públicos. “Diante de tamanha relevância, investimos, continuamente, na capacitação dos membros e pregoeiros das comissões de licitações, com o intuito de tornar os procedimentos cada vez mais eficientes, eficazes, transparentes e ágeis”, pondera.

Conforme o relatório da Central de Licitações da Sema, de janeiro a março deste ano, foram realizados 52 certames, sendo 28 na modalidade concorrência e 24 pregões eletrônicos. Segundo o coordenador da Central de Licitações da Sema, João Emílio Lemos, nos últimos anos, o uso do pregão eletrônico como modalidade de contratação vem sendo reforçada na Prefeitura.

“O pregão eletrônico se destaca por ajudar a Administração a reduzir custos, ampliando o leque de concorrência entre as empresas, melhorando ainda mais a gestão dos recursos públicos em benefício da sociedade. Tudo isto ainda sob a ótica da transparência dos trâmites e com maior celeridade, pois o certame acontece através de uma plataforma online moderna e segura, o Licitações-e”, avalia João Emílio.