Segurança no trabalho é tema de ação educativa na Sema

Uma ação educativa, promovida pelo Núcleo de Desenvolvimento e Recursos Humanos da Secretaria Municipal de Administração (Nuderh) em parceria com o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), distribuiu, nesta sexta-feira (18), panfletos e materiais informativos sobre segurança no trabalho.

Segundo a assistente social do Nuderh, Nildene Lages, a atividade faz parte da campanha Maio Verde. “O prefeito Firmino Filho instituiu esta campanha de prevenção a acidentes do trabalho e doenças ocupacionais e nós estamos sensibilizando os servidores juntamente com as equipes do HUT para este tema que é tão relevante”, explica.

Presente na ação, a presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes do HUT (Cipa), Francisca Cortez, apresentou aos servidores uma série de cartazes que mostram alguns tipos de condutas que podem por em risco a saúde do trabalhador, como se sentar errado, ou fazer um movimento para levantar uma caixa ou um móvel de forma que prejudique a coluna.

“Estamos visitando nossos colaboradores com o intuito de orientar sobre a importância de prevenir acidentes do trabalho, além de chamar atenção para orientações de práticas que reduzem as doenças ocupacionais. Por exemplo, a forma correta de sentar pode prevenir doenças crônicas da coluna vertebral”, explica Francisca Cortez.

Morte por suicídio afeta pelo menos seis pessoas do convívio direto

O suicídio é a segunda causa de morte, tratável ou evitável, mais comum entre jovens de todo o mundo segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). As estatísticas crescentes também repercutem em Teresina, que, de 2002 a 2012, ficou em segundo lugar no ranking das capitais brasileiras em taxa de suicídio. Diante desta conjuntura, o debate acerca do tema chegou à Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (Sema), onde as psicólogas Hedwiges Maria Lima e Danielle Costa conversaram, na manhã desta sexta-feira (14), com os servidores da pasta.

Durante o encontro, as terapeutas revelaram que uma morte por suicídio afeta de seis a dez pessoas que conviviam com aquela pessoa. “Todos sofrem quando uma pessoa decide por fim ao seu sofrimento. E é muito importante que fiquemos atentos aos sinais que indicam ideação suicida, como tristeza extrema, isolamento, falta de apetite. Nós devemos perder o medo de se aproximar do outro e oferecer ajuda. Às vezes, você nem precisa falar, só ouvir o que o outro tem a dizer, ou deixá-lo chorar, sem julgar, já ajuda bastante”, pondera Danielle Costa.

Para a auditora aposentada e presidente da Comissão Permanente de Licitação de Compras da Prefeitura de Teresina, Hortulina Paiva, ainda existe um tabu muito grande em torno do suicídio. “As pessoas preferem não falar sobre o assunto e as próprias famílias, quando acontece um caso, acabam escondendo da sociedade e essa ‘maquiagem’ não ajuda a solucionar o problema”, disse.

Durante a palestra, pelo menos três participantes externaram casos de suicídio ou de tentativas envolvendo parentes próximos. Para João Henrique Sampaio, psicólogo do Núcleo de Desenvolvimento e Recursos Humanos da Sema (Nuderh), os relatos comprovam a seriedade do problema, que já é considerado de saúde pública. “A gente precisa conversar, acolher e ficar de olho nos nossos filhos, amigos e familiares, pois o suicídio pode acontecer entre pessoas de qualquer faixa etária, classe social e profissão”, comenta.

Prevenção

Em Teresina, o Centro de Valorização da Vida (CVV), organização não governamental, presta apoio emocional e prevenção ao suicídio através do telefone 3222-0000. O atendimento acontece das 6h às 22h. O serviço tem apoio da Fundação Municipal de Saúde (FMS) e da Secretaria Municipal do Trabalho, Cidadania e de Assistência Social (Semtcas), que cede duas salas na sua sede, localizada na Rua Álvaro Mendes, 861 – Centro (Sul).

Além disso, os Centros de Atenção Psicossocial (Caps), distribuídos em todas as zonas da cidade, também oferecem atendimento de psiquiatra, psicólogo, enfermeira, terapeuta ocupacional, assistente social e uma equipe de apoio, que oferece atendimentos individuais, em grupo, atividades comunitárias, oficinas terapêutica e atendimento para a família (visita domiciliar, grupo de familiares). O horário de funcionamento dos Caps é de 8h às 18h.

DSC_0589 DSC_0592 DSC_0594

Servidores recebem folders educativos para combater o mosquito Aedes aegypti

A equipe do Núcleo de Desenvolvimento e Recursos Humanos da Secretaria Municipal de Administração (Nuderh/Sema) está percorrendo os órgãos da Prefeitura de Teresina com ações educativas de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue, zika e chikungunya.

Esta semana, a atuação do grupo consiste em distribuir, de sala em sala, folders informativos sobre como evitar a formação de criadouros do mosquito, que gosta de água parada e limpa. “As medidas de combate ao mosquito são simples, mas falta conscientização da população, por isso, estamos reforçando esta conduta preventiva”, aponta Nildene Lages, coordenadora do Nuderh.

Além da distribuição de material educativo, palestras estão sendo ministradas para os trabalhadores em serviços gerais dos órgãos municipais. “O prefeito Firmino Filho está preocupado com o surto de doenças transmitidas por esse vetor e todos os órgãos do município estão envolvidos neste processo. Enquanto as SDUs e a FMS lidam diretamente com a comunidade, através do projeto Faxina nos Bairros, e distribuindo folhetos informativos e educativos para a população; nós, da Secretaria de Administração, estamos organizando encontros com os servidores para orientá-los sobre a importância de cuidar do nosso local de trabalho e manter a limpeza de todos os espaço em dia, pois os criadouros se formam onde a gente menos imagina”, pondera Daniele Carvalho, gerente de Serviços Gerais da Sema.

Entre as secretarias que já receberam as ações de prevenção realizadas pela Sema destacam-se: Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Fundação Wall Ferraz (FWF), Secretaria Municipal de Finanças (Semf), Secretaria Municipal de Comunicação Social (Semcom), Secretaria Municipal do Trabalho, Cidadania e da Assistência Social (Semtcas), Instituto de Previdência do Município de Teresina (IPMT), Procuradoria Geral do Município (PGM), Empresa Teresinense de Processamento de Dados (Prodater) e Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos de Teresina (Arsete).

??????????????????????????????? ??????????????????????????????? ??????????????????????????????? ??????????????????????????????? ??????????????????????????????? ??????????????????????????????? ??????????????????????????????? ??????????????????????????????? ??????????????????????????????? ??????????????????????????????? ???????????????????????????????

Sema mobiliza equipes de serviços gerais para combater o mosquito Aedes aegypti

A chegada do período chuvoso acende o sinal de alerta para o risco de proliferação do mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão de doenças como a dengue, zika e chikungunya. Para prevenir a formação de criadouros do mosquito nos órgãos públicos, a Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (Sema) vai promover, nesta sexta-feira (22), uma palestra educativa cujo público-alvo são os trabalhadores em serviços gerais do órgão.

De acordo com Paula Reis, membro do Núcleo de Desenvolvimento e Recursos Humanos da Sema (Nuderh), os servidores de outras secretarias municipais também foram convidados para o encontro, que acontece a partir das 9h, no auditório da Sema. “Nossa intenção é mobilizar todas as equipes de serviços gerais da Prefeitura de Teresina para que juntos possamos combater esse transmissor de doenças típicas deste período”, disse.

Foram convidados para a palestra desta sexta-feira os servidores da Sema, da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Fundação Wall Ferraz (FWF), Assistência Militar, Procuradoria Geral do Município (PGM), Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Secretaria Municipal de Finanças (Semf), Secretaria Municipal de Comunicação Social (Semcom), Secretaria Municipal de Governo (Semgov), Instituto de Previdência do Município de Teresina (IPMT) e Secretaria Municipal do Trabalho, Cidadania e da Assistência Social (Semtcas). Novos encontros, nos demais órgãos municipais, devem ser marcados posteriormente.

O mosquito

O Aedes aegypti prolifera-se em recipientes que acumulam água limpa e parada. Ele costuma picar nas primeiras horas da manhã e nas últimas horas da tarde, evitando o sol forte, mas, mesmo nas horas quentes, ele pode atacar à sombra, dentro ou fora de casa. Geralmente, o indivíduo não percebe a picada, pois no momento não dói e nem coça.